Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

CONCORDÂNCIA COM PORCENTAGEM

A frase “80% dos brasileiros está descontente com o trânsito” está certa?
 
Não.
 
 
O sujeito representado por uma porcentagem em que a parte numérica é maior que 1 faz com que o verbo vá para o plural. Também o complemento plural, “brasileiros”, contribui para essa concordância.
O correto é “80% dos brasileiros estão descontentes com o trânsito”.
Quando o sujeito é uma porcentagem, seguida de um modificador, o verbo concordará com a porcentagem ou com o modificador (substantivo – pronome demonstrativo – pronome possessivo - etc.). É bom que se diga que a concordância “gramatical” é com o numeral da porcentagem e que a concordância com o complemento é mais próxima da linguagem coloquial. Assim, o uso de uma ou outra dependerá da preferência do falante e do contexto.
·    90% do procedimento criminoso enquadram-se no tipo de “continuidade delitiva”;
·    45% do corpo docente constitui-se de profissionais sem qualquer conhecimento pedagógico formal.
Nota: Existe a chamada “concordância siléptica”, em que o verbo concorda ideologicamente com o complemento da porcentagem: “No ataque ao inimigo, 10% do batalhão foi morto ou ferido”. A concordância aqui foi feita com o coletivo “batalhão”. Esse tipo de concordância, entretanto, é desaconselhado em textos jornalísticos, por demandar um conhecimento linguístico nem sempre presente no grande público.