Pesquisar este blog

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

VERBO INTERMEDIAR

CONSULTA:
Está certa a frase: "O gerente só intermedia quando é necessário"?
RESPOSTA:
Não. O verbo “intermediar” não se conjuga assim.
Os verbos terminados em -iar têm conjugação regular, ou seja, seguem a conjugação de qualquer verbo terminado em -ar, como, por exemplo, o "andar". Então, se dizemos "eu ando, tu andas, ele anda", também diremos "eu negocio, tu negocias, ele negocia".
Há alguns verbos terminados em -iar, porém, que não seguem essa conjugação. É o caso de "mediar", "ansiar", "remediar", incendiar", "odiar" e todos os seus derivados. Esses verbos terão o acréscimo da letra "e" antes da terminação -iar, nas pessoas "eu, tu, ele e eles" do presente do indicativo (todos os dias ...) e do presente do subjuntivo (espero que ...). A conjugação desses dois tempos ficará desta forma: Todos os dias eu medeio, tu medeias, ele medeia, nós mediamos, vós mediais, eles medeiam. Que eu medeie, tu medeies, ele medeie, nós mediemos, vós medieis, eles medeiem.
Todos os outros tempos seguem a conjugação regular, ou seja, terão conjugação igual à de qualquer verbo terminado em -ar.
O verbo "intermediar" é derivado de "mediar" e sua conjugação é idêntica. A frase apresentada, então, deve ser assim reescrita:
O gerente só intermedeia quando é necessário.