Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de abril de 2012

A VÍRGULA E A CONJUNÇÃO "E"


CONSULTA – Quando se pode usar a vírgula antes da conjunção “E”?

RESPOSTA: – Como sabemos, a conjunção é uma classe de palavras usada para ligar dois termos de uma oração ou duas orações de um mesmo período.
O Dicionário Aulete - eletrônico – assim se manifesta: Conjunção E – “Partícula que, ligando vocábulos do mesmo valor sintático, indica conexão [conj. aditiva] (eu e você), ou ideia contrária a que foi expressa [conj. adversativa] (bonita, e burra)”.
Pelo próprio verbete do dicionário já se percebe que a conjunção E deve ser usada depois de uma vírgula, quando tiver o valor adversativo, isto é, ligar significados ou ideias contrárias.
·     Os homens querem a paz, e fazem a guerra. (paz é o inverso de guerra, logo o [e] tem valor adversativo).
·        Os políticos fazem inúmeras promessas, e descumprem o prometido. (prometer e descumprir são opostos entre si, por conseguinte o [e] tem valor adversativo).
·      O aluno varou a noite estudando, e não foi bem na prova de Matemática. (estudar muito implica, regra geral, bons resultados, portanto o [e] tem valor adversativo).

Normalmente o [e] tem valor aditivo, isto é, serve para ligar termos ou orações de mesmo valor e, nesse caso, não aceitará a vírgula.
  • Os eleitos e os eleitores têm a mesma responsabilidade.
  • O fazendeiro cria carpas e tilápias.
  • Idelfonsa estuda e trabalha.
  • Pelópidas entrou para o Exército e depois foi estudar Medicina.
Poderá haver uma vírgula opcional, antes da conjunção aditiva [e], se ela estiver ligando orações com sujeitos diferentes.
  • Os fetos anencefálicos têm vida extrauterina efêmera, e o STF descriminou a interrupção da gravidez com essa anomalia.
  • O Flamengo sonhava com a classificação, e um Emelec surgiu em seu caminho.
Obrigado